Páginas

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Primeira motocicleta



Em novembro de 1885, Gottlieb Daimler instalou uma versão menor de um motor em uma bicicleta de madeira, criando a primeira moto (patente  36 423 impff & Sohn). Foi nomeado o Reitwagen ("andar de carro"). Andou nela por três quilômetros (duas milhas) ao longo do rio Neckar, de Cannstatt para Untertürkheim, na Alemanha com até 12 quilômetros por hora (7 mph). "
Encontrei Aqui

domingo, 24 de junho de 2012

Billy the Kid




 



"O único retrato conhecido e autenticado do notório bandido Billy the Kid, foi vendido por US$ 2,3 milhões de dólares em um leilão em Denver, no estado do Colorado, EUA. O tintype - uma forma primitiva de fotografia usando placas de metal - a qual acredita-se que foi tirada em 1879 ou 1880, em Fort Sumner, no Novo México.

"Ele representa o pistoleiro em roupas amarrotadas e um chapéu, olhando para a câmera e segurando um rifle Winchester. Billy the Kid deu a imagem a um amigo, Dan Dendrick, em cuja família se manteve desde então.

"O bandido supostamente nascido em Nova York, mas mudou-se para Colorado com sua mãe e os irmãos quando seu pai morreu. Ele caiu em uma carreira de roubo e de ilegalidade e foi caçado em todos os estados do sul dos EUA e norte do México. Sabe-se que ele pode ter matado 21 pessoas, embora algumas fontes aumentem este número para 27.

"Billy the Kid foi capturado e condenado à forca pelo assassinato 1878 de um xerife do condado. Ele escapou, apenas para ser caçado e morto pelo xerife Patrick Floyd Garrett em 14 de Julho de 1881. "

sábado, 23 de junho de 2012

Moral da história...

Essa eu copiei do Facebook de Arte, Cultura & Idéias, achei uma grande verdade para os idealizadores das "idéias verdes" de hoje.

Na fila do supermercado, o caixa diz uma senhora idosa:

- A senhora deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não são amigáveis com o ambiente.

A senhora pediu desculpas e disse:

- Não havia essa onda verde no meu tempo.

O empregado respondeu:

- Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com o nosso ambiente.

- Você está certo - responde a velha senhora - nossa geração não se preocupou adequadamente com o ambiente. Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes.

Realmente não nos preocupamos com o ambiente no nosso tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios. Caminhávamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois quarteirões.

Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o ambiente. Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.

Mas é verdade: não havia preocupação com o ambiente, naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como?

Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo, não plastico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar. Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina apenas para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.

Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos. Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Afiávamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lâmina ficou sem corte.

Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as pessoas tomavam o bonde ou ônibus e os meninos iam em suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só uma tomada em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.

Então, não é risível que a atual geração fale tanto em "meio ambiente", mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na minha época?.


Moral da história: Hoje em dia, quem mora no campo ou não tem muito dinheiro, ainda é politicamente correto, anda de bicicleta ou a pé, tem só uma TV de tela pequena, muitas mães ainda usam fraldas de pano... tudo bem isso tudo aos olhos de alguns é utopía... mas parece bem mais saudável para o planeta.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Save The World

Eu ví esse clip outro dia, achei lindo, então vou compartilhar com vocês... Vamos salvar o mundo esta noite!


domingo, 17 de junho de 2012

O começo da fama

Mais algumas fotos de estrelas no começo da fama e depois quando o dinheiro fez toda a diferença!




















sábado, 16 de junho de 2012

A marrvada da cachaça....

Se você acha na internet imagens de cachaceiros muito engraçadas, dá uma olhada nessas, onde as celebridades entraram com tuuudo no copo, na taça, ou eu sei lá o que!!! Enfiaram foi o pé na jaca....rsrsrs














quinta-feira, 14 de junho de 2012

RIO+20

Rio+20, muita coisa para ser discutida, esperamos, sinceramente, que as idéias saiam do papel. Nosso planeta precisa de uma ajudinha. O projeto Gira Mundo do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone de Cascavel, no Paraná, enviou minha querida prima Rafaela para ser a repórter do evento. Vamos acompanhar as notícias, sigam por Aqui .